Como é chamado quando um filme quebra a ilusão de fantasia?

51

Como se chama quando um filme quebra a ilusão da fantasia? Por exemplo, um personagem fala com a câmera ou quebra o personagem para que o filme viole a ilusão da ficção.

    
por Tyler Durden 06.03.2016 / 00:18
fonte

5 respostas

115

É amplamente conhecido como Quebrando a Quarta Muralha .

Breaking the fourth wall is when a character acknowledges their fictionality, by either indirectly or directly addressing the audience. Alternatively, they may interact with their creator (the author of the book, the director of the movie, the artist of the comic book, etc.).

Wikipedia elabora a quarta parede:

The fourth wall is the imaginary "wall" at the front of the stage in a traditional three-walled box set in a proscenium theatre, through which the audience sees the action in the world of the play. The concept is usually attributed to the philosopher, critic and dramatist Denis Diderot. The term itself was used by Molière. The fourth wall illusion is often associated with naturalist theatre of the mid 19th-century, and especially with the innovations of the French director André Antoine.

The restrictions of the fourth wall were challenged in 20th-century theatre. Speaking directly to, otherwise acknowledging or doing something to the audience through this imaginary wall – or, in film, television, and video games, through a camera – is known as "breaking the fourth wall".

    
por 06.03.2016 / 00:22
fonte
61

Além da grande resposta do Walt , eu gostaria de acrescentar ...

Perdendo a "suspensão da descrença"

Quando acontece algo que "quebra a ilusão de fantasia" para o público, você pode dizer que o público não está mais disposto a suspender sua descrença.

Definição:

Suspension of disbelief or willing suspension of disbelief is a term coined in 1817 by the poet and aesthetic philosopher Samuel Taylor Coleridge, who suggested that if a writer could infuse a "human interest and a semblance of truth" into a fantastic tale, the reader would suspend judgement concerning the implausibility of the narrative. Suspension of disbelief often applies to fictional works of the action, comedy, fantasy, and horror genres. Cognitive estrangement in fiction involves using a person's ignorance or lack of knowledge to promote suspension of disbelief.

- source

Várias coisas podem fazer com que o público não suspenda mais sua descrença, incluindo:

  • Meta-piadas
  • piadas auto-referenciais
  • Piadas sobre piadas ("meta-humor")
  • Meta-reference, a metafiction technique, is a situation in a work of fiction whereby characters display an awareness that they are in such a work, such as a film, television show or book, and possibly that they are being observed by an audience. Sometimes it may even just be a form of editing or film-making technique that comments on the programme/film/book itself.

  • Quebrando a quarta parede

Existe certamente alguma sobreposição entre alguns desses pontos. Também deve ser notado que, enquanto a quebra da quarta parede e os outros pontos listados acima são predominantemente intencionais, quebrar a suspensão da descrença também pode ser involuntário. Se os cineastas não conseguem infundir suficiente semblante de verdade em seu conto fantástico, o público é incapaz de suspender seu julgamento sobre a implausibilidade da narrativa. Por exemplo, alguns espectadores não conseguiram suspender sua descrença ao ver Indiana Jones sobreviver a uma explosão gigantesca, escondendo-se dentro de uma pista revestida de chumbo. geladeira , ou Clark Kent mantendo sua identidade como Super-homem em segredo sem usar uma máscara e assim por diante. Outras ocorrências implausíveis, buracos de enredo, inconsistências, ou quando valores baixos de produção ou restrições orçamentárias tornam-se óbvios, etc. podem, da mesma forma, dificultar a suspensão da descrença.

    
por 06.03.2016 / 05:41
fonte
9

Verfremdungseffekt . Isto é frequentemente traduzido como "efeito de alienação", "efeito de distanciamento" e cada vez mais como "efeito de alienação", às vezes reduzido a simplesmente alienação , distanciamento etc. "Alienação brechtiana" ou "estranhamento brechtiano", porque Brecht colocou tal importância nele, e de fato cunhou o termo verfremdungseffekt .

Por causa da influência brechtiana, às vezes o termo alemão verfremdungseffekt é usado não traduzido em inglês.

Em qualquer caso, é uma questão de interferir deliberadamente na suspensão clássica de descrença de Coleridgian. O mais comum seriam as várias técnicas que "quebram a quarta parede", ou seja, recusam-se a fingir que existe uma parede vista pelos personagens e não pela audiência (usada por extensão para outros meios além do teatro, como a câmera direta monólogos, personagens que tratam do fato de que o leitor terá que passar pelas páginas para ver o que acontece a seguir, etc.) embora também abranja qualquer outra quebra deliberada das constantes que auxiliam a suspensão da descrença e identificação com os personagens como algo diferente de ficção. , como mudar o modo de um trabalho; um filme de estilo realista de repente se tornando um musical, alternando entre ação ao vivo e animação, discutindo a possibilidade de comercialização de um enredo à medida que progride, permitindo que a rua do lado de fora de um teatro seja vista (a segunda parede!) e comentando sobre transeuntes. por, abordando o estilo de escrita usado em uma narrativa e assim por diante. Também abrangeria meta-referências que seriam tão flagrantes para o público como para destacar a natureza ficcional, enquanto permanecer "despercebido" pelos "personagens" (uma vez que se começa a tratar em verfremdungseffekt a ideia do que os personagens notam, ou que personagens até pode perceber que algo se torna instável, e as citações de susto vêm naturalmente aos dedos ao escrever sobre isso).

    
por 08.03.2016 / 05:27
fonte
8

Enquanto isso é mais comumente referido como "quebrar a quarta parede", referindo-se à barreira invisível entre o público e o que eles estão assistindo, eu também vi isso chamado "piscando para o espectador". br> Isso vem do fato de que a "quebra da quarta parede" geralmente ocorre através de um dos personagens piscando para a câmera. Porque isso é tão comum, tornou-se um nome para a prática geral que é um exemplo. Por exemplo:

It’s all one big wink at the audience ... and then Schwarzenegger actually winks at the audience.

Mike Myers is one of the great fourth-wall breakers of his generation, and he peppers one project after another with assorted nods and winks to the audience.

Ambas as citações são de "25 momentos clássicos quando filmes quebram a quarta parede" .

    
por 08.03.2016 / 12:24
fonte
3

No palco, isso é chamado de "aparte". Literalmente, o personagem se desvia e fala diretamente para o público. Hamlet , por exemplo, é preenchido com eles - basta procurar a palavra "aparte".

O propósito de lado é geralmente ou para esclarecer o que está acontecendo ou dizer ao público o que um personagem está pensando; ou simplesmente para aumentar a tensão. O público de Shakespeare foi encorajado a gritar e torcer para aumentar a tensão ou a malícia ou ridicularizar os personagens através do uso de apartes. Porque de lado é para o benefício do público, outros personagens na cena geralmente parecem não notar ou ouvir apartes, embora em termos literais eles deveriam.

Esta produção de Hamlet usa de lado bem, começando em aproximadamente 2:05 . Polônio fala diretamente ao público, claramente e na presença de Hamlet, e até revela ao público o que ele pretende fazer com Hamlet, mas Hamlet não ouve o que é falado à parte.

No cinema, olhar diretamente para a câmera, falar com a câmera, esbarrar na câmera, etc. também é um aparte, já que a câmera essencialmente é o público, e se outros personagens estão presentes na cena, eles tendem a não notar. O dia de folga de Ferris Bueller (1986) torna o uso liberal do aparte , às vezes como um substituto para narração; até o vilão fica de lado no final.

Aparte é diferente de monólogo, porque no monólogo o personagem está literalmente falando consigo mesmo, ou com animais, ou com Deus, e não está ciente da audição do público.

Eu argumento que o lado não é uma "quebra completa da quarta parede", como descrito em outras respostas. O uso de lado geralmente não altera o curso da história, é puramente uma maneira de aumentar o grau de envolvimento do público. Minha violação ultrajante favorita da quarta parede, que inclui um breve espaço para a câmera, é essa cena em Spaceballs (1987) ) onde os vilões pesquisam através da fita de vídeo de Spaceballs: The Movie para descobrir para onde foram os heróis. Isso claramente viola a ficção porque não apenas os personagens estão cientes da ficção, eles a exploram para continuar a história!

    
por 28.06.2016 / 21:03
fonte