História ambientada em Glasgow sobre um advogado estagiário cujo corpo é ocupado por um batedor de invasão alienígena [duplicata]

3

Eu li este romance no início dos anos 90. Eu acho que está escrito em forma de diário de primeira pessoa, e é tanto um comentário satírico sobre a vida urbana na Escócia quanto uma história de ficção científica. O protagonista é um alienígena que assumiu o corpo de um advogado estagiário escocês. O objetivo é espionar as defesas da Terra, mas a ironia de ele não estar bem colocado para fazer isso é comentada. Não me lembro se ele está em contato com algum espião alienígena ou não. Eu acho que gradualmente os personagens do alien e do corpo hospedeiro se fundem e no final o alien acaba em um relacionamento feliz com sua namorada e se tornou mais ou menos humano e abandonou seu papel de espião.

Algumas coisas aleatórias que eu lembro:

  • A mãe do corpo do hospedeiro não é muito brilhante e continua fazendo as mesmas exclamações repetidamente, para o enigma do alienígena.

  • Esse detalhe, por alguma estranha razão, é o que eu mais me lembro: em seu trabalho como solicitador estagiário, o protagonista despejou nele o trabalho legal que todos na prática mais odeiam, o de desembaraçar a imensamente complicada a locação de um pequeno barraco usado para reuniões da (eu acho) Associação Kelvinside Old Comrades, um grupo de veteranos de guerra. Ele finalmente faz isso, um triunfo pessoal, apenas para descobrir que a terra havia sido comprada a um preço considerável para a reconstrução, então ele não precisava se incomodar.

por Lostinfrance 27.06.2016 / 17:05

1 resposta

4

Poderia ser A Síndrome de Krugg ?

Anteriormente identificado como a resposta para esta pergunta , é sobre um jovem em Glasgow cuja mente é dominada por um alienígena telepático, o precursor de uma possível invasão de Kruggs parecidos com árvores:

One day Arthur Montrose, 18, woke up from a fainting fit, and realised he was the vanguard of the Krugg invasion force.

The Krugg were a race of alien trees destined to destroy puny Earthling culture and enslave this miserable planet for their own ends.

But as Arthur struggled against the crippling loss of his telepathic powers and fought to apply the mighty Krugg intellect to the affairs of the law firm of Salamander and Small, his mission suffered its first major setback.

He was unable to contact any fellow Kruggs. The trees here were even more stupid than the humans - and meanwhile the twin vices of sex and alcohol shone before him like beacons of Earthly knowledge...

    
27.06.2016 / 17:12