Como as transferências de propriedade afetam a concordância dos artefatos?

3
Meu grupo de aventureiros recentemente completou o Gardmore Abbey e tem a posse do Baralho de Muitas Coisas. A pontuação de concordância inicial incluiu um bônus por ter remontado o Baralho, que foi concedido ao goleiro original do baralho.

No entanto, eles decidiram mudar de proprietário (por exemplo, de um jogador para outro). Como isso afeta sua concordância? Faço para redefinir a pontuação a partir do zero? Se sim, incluo o bônus para remontar o deck? Ou eu vou da pontuação de concordância que o dono original tinha?

    
por jedius 09.07.2013 / 05:44
fonte

1 resposta

7

Retirado da descrição de concordância na DMG página 164:

Concordance

An artifact’s concordance score measures the artifact’s attitude toward its wielder. The scale ranges from 0 (angered) to 20 (pleased).

When a character takes possession of an artifact, it starts with a concordance of 5. (The owner’s race, class, or other characteristics might adjust this starting concordance.) Various actions and events increase or decrease this score as long as the character possesses the artifact. When the artifact is pleased with its wielder’s actions, its concordance goes up. When the wielder acts contrary to the artifact’s desires, its concordance decreases.

Como a concordância é a atitude do artefato em relação ao seu usuário, um artefato deve ser considerado como tendo uma pontuação de concordância diferente para cada usuário.

Suponha que Alphonse adquira um Baralho de Muitas Coisas e aumente sua concordância com ele para 12 - o Baralho de Muitas Coisas está satisfeito com ele! Se Alphonse, então, passar o Baralho de Muitas Coisas para Bertha, Bertha agora é sua usuária. O Baralho de Muitas Coisas não tem nenhuma opinião sobre ela ainda, então sua concordância com ela é 5. Quando Bertha entregar o Baralho de Muitas Coisas de volta para Alphonse no futuro, concordância com ele ainda é 12 como costumava ser.

Um caso especial: artefatos compartilhados

Alguns artefatos são projetados para serem compartilhados entre todos os membros do grupo. Neste caso, o Mestre deve considerar tratar o "usuário do artefato" como a parte inteira para a maioria das intenções.

Um exemplo: encontrar novos proprietários

Muitos artefatos tentam explicitamente migrar para novos proprietários, como o Orb of Light, cuja descrição Moving On diz isso:

Moving On

"We have made the world a better place." One morning, the Orb is gone, replaced by a luminescent (but mundane) pearl worth 5,000 gp. The former owner gains a permanent +1 bonus to AC against attacks by undead creatures.If the owner failed the Orb, the next time the character lifts it, the artifact crumbles into coal, leaving permanent marks on the character's hand. The former owner takes a permanent -1 penalty to AC against attacks by undead creatures. The Orb reappears elsewhere in the world, ready to be claimed by another aspirant.

Observe a última frase: o Orb decide que deve procurar um novo proprietário eventualmente. Todos os novos artefatos que você encontrar, incluindo o Orb of Light, começam em uma concordância por volta de 5, apesar do fato de que, ontem, poderia ter sido possuído por alguém que tinha uma concordância de 50+ com ele. Se a concordância for absoluta entre todos os usuários, a pontuação inicial de um artefato deve variar dependendo de quem foi o usuário anterior - mas isso não varia. Começa por volta de 5, independentemente de quem tenha pertencido anteriormente.

Novo proprietário, nova concordância.

    
por 09.07.2013 / 06:37
fonte