Houve uma diferença significativa entre Gollum e Smeagol na época do Senhor dos Anéis?

3

Essa pergunta pode ser impossível de responder, mas estou perguntando o que Tolkien disse sobre essa questão, não o que as pessoas pensam sobre isso pessoalmente.

Nos filmes, Smeagol parece ser muito diferente de Gollum. Essa diferença é menos concreta nos livros (pelo menos até onde eu estou agora - A Passagem dos Pântanos em As Duas Torres ). Smeagol, em geral, é mais humano (por falta de uma palavra melhor), obediente, atencioso e amigável, e pelo menos parece estar menos preocupado com o Anel do que Gollum; Gollum é sorrateiro, malicioso, perigoso, desagradável, indigno de confiança e conivente, e só se preocupa com o seu "precioso".

O pensamento que provocou essa pergunta veio da cena nos filmes em que Frodo entrega Smeagol para Faramir (embora com relutância e porque ele não tem outra escolha). Gollum aproveita para convencer Smeagol de que ele estava certo o tempo todo, e Frodo realmente era seu inimigo. Smeagol resiste por um tempo, mas acaba cedendo, e Gollum vem à tona mais uma vez. Isso me fez pensar no que teria acontecido se Frodo não tivesse aparecido para trair Smeagol. Agora me pergunto se a distinção entre Smeagol e Gollum é tão firme nos livros quanto nos filmes.

Eu não estou preocupado com qual persona é mais strong, nem com qual persona vence no final. Mesmo que Smeagol seja tão confiável quanto parece, certamente o Anel terá seu caminho mais cedo ou mais tarde.

Mas, por enquanto, antes que o momento crucial de "fazer ou morrer", quando eles alcançam Mordor e Gollum / Smeagol é forçado a escolher entre Frodo e o precioso, Smeagol fosse realmente diferente de Gollum? Suas intenções - por mais condicionais e temporárias que fossem - eram boas? Claro, Gollum sempre ia ganhar no final, mas Smeagol realmente pretendia se opor a ele?

Smeagol já se importou com Frodo como algo diferente do cara que por acaso tinha o Anel? Smeagol se ressentiu de Gollum como ele claramente faz nos filmes? Smeagol - mesmo em parte - queria que o Anel fosse destruído? Quando Smeagol salva a vida de Frodo, ou o protege, ele está fazendo isso apenas para proteger o Anel, ou existe uma preocupação genuína com o próprio Frodo? Nos Dead Marshes, quando Sam ouve Gollum e Smeagol discutindo enquanto Frodo dorme, Smeagol inicialmente se recusa - bastante inflexível - a considerar a possibilidade de machucar Frodo, e - surpreendentemente - até mesmo Gollum concorda:

Not hurt the nice hobbit, of course, no, no.

No entanto, Gollum está mais do que disposto a ferir Sam:

Make the other hobbit, the nasty suspicious hobbit, make him crawl, yes, gollum!

Smeagol não tem nenhum problema com isso; em vez de se opor à idéia de ferir Sam, ele apenas verifica se Frodo não será prejudicado. Gollum concorda que Frodo não vai se machucar, então tenta minar a afeição de Smeagol por Frodo. Ele aponta que Frodo é um Bolseiro, e um Bolseiro roubou o precioso; mesmo que Frodo não fosse o ladrão, ele nunca tentou devolver a propriedade roubada. Gollum insiste que todos os Bagginses são o inimigo. Mais uma vez, Smeagol resiste:

No, not this Baggins!

Gollum só ganha terreno quando ele muda de assunto um pouco, e faz Smeagol pensar em como seria maravilhoso ter as costas preciosas. Ele evita a questão de como conseguir o precioso sem ferir - provavelmente matando - Frodo, e Smeagol morde a isca sem notar essa omissão. Gollum leva suavemente Smeagol, pintando em sua cabeça o quão grande será se reunir com o precioso. Finalmente, ele solta a bomba - eles devem trazer Frodo e Sam para o lar de Shelob e deixá-la lidar com os hobbits. Smeagol sai do seu transe e recua horrorizado - ele ainda se recusa a pensar em colocar o "belo hobbit" em perigo. Frustrado, Gollum deixa o assunto, dizendo que talvez seja cedo demais para matar os hobbits; lá a conversa termina.

Então, minha pergunta é a seguinte: a diferença entre Smeagol e Gollum é tão grande quanto parece? Existe um conflito real aqui? O que Tolkien disse sobre esse assunto?

    
por Wad Cheber 18.05.2015 / 01:51
fonte

1 resposta

15

Como com muitas coisas, Jackson tomou algumas liberdades dramáticas com o relacionamento Sméagol / Gollum . No entanto, embora eu não seja capaz de encontrar qualquer evidência que sugira que houvesse animosidade entre as personalidades, Jackson estava definitivamente mais próximo da marca do que parece.

Sméagol legitimamente se preocupou com Frodo?

Sim, muito mesmo. Frodo foi a primeira coisa viva em muito tempo que foi bom para ele, e ele respondeu a isso. Ele diz isso explicitamente em The Two Towers :

'But Sméagol said he would be very very good. Nice hobbit! [Frodo] took cruel rope off Sméagol's leg. He speaks nicely to me.'

The Two Towers Book IV Chapter 2: "The Passage of the Marshes"

Tolkien chega a dizer que Frodo pode ter sido capaz de resgatar Sméagol; ele diz isso algumas vezes em suas cartas, por exemplo na Carta 246 ele diz:

If [Sam] had understood better what was going on between Frodo and Gollum, things might have turned out differently in the end. For me perhaps the most tragic moment in the Tale comes in II 323 ff. when Sam fails to note the complete change in Gollum's tone and aspect. 'Nothing, nothing', said Gollum softly. 'Nice master!'. His repentance is blighted and all Frodo's pity is (in a sense) wasted. Shelob's lair became inevitable.

The Letters of J.R.R. Tolkien 246: To Mrs. Eileen Elgar (Draft). September 1963

Sméagol a qualquer momento queria destruir o Anel?

Classificar de. A influência de Frodo estava ajudando a nutrir a personalidade Sméagol (embora Sam a tenha arruinado, como mencionado acima).

Obviamente, nunca temos a oportunidade de testar até onde vai a lealdade de Sméagol a Frodo (ou até onde ela teria ido), mas mais tarde na Carta 246, Tolkien se envolve em alguma especulação sobre o assunto:

Sam could hardly have acted differently. (He did reach the point of pity at last (III 221-222) but for the good of Gollum too late.) If he had, what could then have happened? The course of the entry into Mordor and the struggle to reach Mount Doom would have been different, and so would the ending. The interest would have shifted to Gollum, I think, and the battle that would have gone on between his repentance and his new love on one side and the Ring. Though the love would have been strengthened daily it could not have wrested the mastery from the Ring. I think that in some queer twisted and pitiable way Gollum would have tried (not maybe with conscious design) to satisfy both. Certainly at some point not long before the end he would have stolen the Ring or taken it by violence (as he does in the actual Tale). But 'possession' satisfied, I think he would then have sacrificed himself for Frodo's sake and have voluntarily cast himself into the fiery abyss.

I think that an effect of his partial regeneration by love would have been a clearer vision when he claimed the Ring. He would have perceived the evil of Sauron, and suddenly realized that he could not use the Ring and had not the strength or stature to keep it in Sauron's despite: the only way to keep it and hurt Sauron was to destroy it and himself together – and in a flash he may have seen that this would also be the greatest service to Frodo.

The Letters of J.R.R. Tolkien 246: To Mrs. Eileen Elgar (Draft). September 1963

De acordo com Tolkien, Sméagol não queria destruir o Anel per se ; em vez disso, ele queria mantê-lo longe de Sauron. Gollum teria conseguido isso apenas mantendo-o para si, mas a personalidade nutrida do Sméagol, de acordo com Tolkien, teria percebido que isso não funcionaria a longo prazo (e, mesmo estando bem no fundo de Mordor, não teria funcionado em a curto prazo também), e teria destruído o Anel (e ele mesmo) com esse objetivo em mente.

    
por 18.05.2015 / 03:41
fonte